Traduza para o seu idioma

sábado, 3 de novembro de 2012

Maldita insónia

Maldita insónia
que me desassossega,
que me tira o sono
e que me entrega

ao pesadelo feroz
de querer dormir,
mas não ser capaz
sequer de o definir.

Gostaria de sentir paz,
poder descansar,
mas não sou capaz
devido a este mal-estar.

Maldita insónia
que me persegue,
que subtilmente me mata.
Afinal o que se segue?

Segue-se um dia absorto
olhos pesados,
mente pesada,
vida pesada.

Maldita insónia
que me dá cabo da alma!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Tenho a Faca e o Queijo.

Tenho a faca e o queijo
e devia ser fácil faze-lo
no entanto apesar do desejo
não me é possível come-lo

tento tudo o que posso
o que não posso também tento
porém, esta luta é só minha .
Será que eu mereço?

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Os sonhos voam

Não entendo meu coração
não entendo minha vida
penso demasiado
antes de estar decidida.

Enquanto penso
a vida passa,
os sonhos voam
e as nuvens,
essas...desfazem-se em pó.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Preciso de chorar

Preciso de chorar
mas a lágrima não cai
só a angústia é que fica
enquanto esta dor me trai

Preciso de chorar
mas já não tenho lágrimas
mas continuo a sofrer
e a lembrar mágoas

Só preciso de chorar
para me libertar!

Só preciso de chorar
para minha mente aliviar!

Só preciso de chorar
para por fim me acalmar!

Só preciso de chorar...

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Agitação da memória

Minha memória está agitada
hoje não consigo dormir
Preciso de algo diferente 
que me tire deste sentimento inútil
que me tire deste desespero
que me traga sossego
que me traga esperança
que me faça sonhar mais alto
que fique na lembrança
que me faça dar o salto
que me tranquilize
e que me ajude a dormir!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Sonho Solto

Deitei-me cedo
e estranhamente adormeci
no entanto sonhei
que ainda estava aqui.

Escrevia e rescrevia
numa volúpia gestual,
que de repente petrifiquei
perante algo contextual

Ouvi uns ruídos
do lado de fora da janela
Fui espreitar, porém,
não vi ninguém.

Mas a respiração continuava.
E algo lá fora acontecia
Tentei desesperadamente fugir
mas meu corpo não obedecia.

Sem me mover um milímetro
tentei falar, mas não deu.
tentei gritar, então emudeci.
O pânico me envolveu
e os sentidos perdi.

E acordei estremunhada
e tentei levantar-me,
estranhamente não deu
senti algo a segurar-me.

Então,gritei! E acordei.
Afinal dormia e eu nem sabia.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.


quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Noite de Lua Cheia.

Numa noite de  lua cheia
contemplo o céu e as estrelas
lembro-me do que me faz sonhar
E apetece-me traze-las.

Quero-as junto de mim
para as poder contemplar
quem sabe se uma surpresa
não estará para chegar

Nesta noite gelada
está frio apenas por fora
por dentro estou tão quente
que o meu coração dispara.

E permaneço aqui
nesta noite de lua cheia.
Quero prolongar este momento
para o relembrar a vida inteira.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.


quarta-feira, 31 de outubro de 2012

A Rainha das insónias no "Você na TV"


Caros amigos e leitores, no próximo dia 8 de novembro de 2012, Vou ser entrevistada pelo Manuel Luís Goucha e pela Cristina Ferreira no programa: "Você na TV" na TVI. Convido todos os interessados a ver o programa, no qual o tema é: pessoas que escrevem em Diários ou Agendas há muito tempo. No meu caso é mais do que isso... Querem saber mais? Então não percam dia 8 de Novembro às 10.00h na TVI.

Espero por si!

Cumprimentos,
Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Noite Mágica

Noite mágica!
Entre bruxas e vassouras
encontramos sorte e azar
Números ímpares, gatos pretos
e histórias de arrepiar.

Noite mágica!
A lua cheia que atrai
todos esses fantasmas
brilhante como sempre.
Histórias de bater o dente.

É Halloween
é noite das bruxas
noite de insónias
noite de brumas.

Noite mágica!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Formigas nos pés.

Mergulhada na insónia
estou esta noite aqui
Para acalmar a minha mente
E dizer o que minha alma sente!

Sente formigas nos pés.
ligeiras e instáveis
por vezes desreguláveis
que me traspassam a pele

Formigas de insegurança
que trabalham por horas
e nenhuma delas descansa.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Não é fácil Voar

No murmúrio da noite
acordo o meu ser
para acreditar outra vez
naquilo que eu quiser

Não é fácil voar
Mas eu não sabia
Tinha criado sonhos
mais pelo que sentia

Quisera eu ser alguém
quando nasci a teu lado
mãe, porque razão
criei para mim este fardo?

tinhas razão mãe,
Tinhas razão.
Se pudesse voltar atrás...
O meu nascer será em vão?

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.


segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Será loucura?

Já perguntei se é loucura
se é doença sem cura
se é algo apenas diferente
diferente de toda a gente.

A resposta não descobri
Será que ainda vou saber?
E o que interessa isso para mim,
se um dia vou morrer?

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Certeza na Dúvida

Por um lado, eu quero
por outro lado, já não sei
esta certeza na dúvida
faz-me pensar se errei.

Eu quero sonhar,
quero escrever,
quero voar,
quero aprender.

Quero ver o por do sol
e esconder-me na lua,
mas também quero
fugir desta tortura.

As estrelas chamam por mim
mas não sei se sou capaz,
esta certeza na dúvida
faz-me recuar mais.

Quero enfrentar o mundo
correr e ser feliz.
Um dia vou ter de
parar de fugir de mim,
para poder concretizar
tudo o que sempre quis.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Arquivo do blogue